tel.png
banner4.png
logoele.png
eletrocardiograma-ecg-definicao-funciona

MAPA

A Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, conhecida como MAPA, é um exame que realiza a medição automática da pressão arterial. As medidas da são realizadas a cada 20 minutos durante o dia e a cada 30 minutos no período da noite. Os dados são armazenados em um dispositivo e, após as 24 horas, o paciente retorna a clínica para a retirada do equipamento. 
O exame deve ser realizado em um dia representativo da sua atividade diária. Assim, é fundamental manter as atividades rotineiras.
Será fornecido ao paciente um impresso chamado “diário de atividades” onde devem ser anotados os horários em que dormiu, acordou, almoçou, jantou, assim como eventuais sintomas e atividades ou eventos importantes.

Preparo
Tomar banho antes do exame, pois não é recomendada a retirada do aparelho durante o exame.
Trazer um cinto de sua preferência para colocação do monitor na cintura.
Trazer a lista de medicamentos em uso com dose e horários preconizados.
Seguir a orientação do seu médico sobre a utilização das medicações de uso crônico e sobre a prática de exercícios físicos nas 24 horas que antecedem o exame.

 


Holter

O holter utiliza um pequeno aparelho gravador portátil que registra continuamente a atividade elétrica do coração, por meio do registro do eletrocardiograma.
Após a instalação, o paciente é liberado para seguir sua rotina diária normal e todo comportamento da atividade elétrica do coração no período da monitoração ficará registrado no gravador e será a matéria-prima básica para a avaliação médica.
O paciente recebe também um diário para anotar as principais atividades do dia e os eventuais sintomas sentidos no período em que está sendo monitorado.

Preparo
Tomar banho antes de realiza o exame;
Não usar cremes na pele do tórax antes do procedimento;
É fundamental, em caso de pacientes portadores de marca-passo, trazer a carteirinha de identificação do aparelho para cópia das informações. A falta destas informações prejudica e até impede a análise e a interpretação do exame.

Tilt-Test
O Tilt-Test, também conhecido como teste da inclinação, é um exame desenvolvido para identificar uma razão clínica para os casos de desmaio em pacientes de qualquer idade, mas principalmente, entre adolescentes e jovens sem cardiopatia aparente.
Com esse procedimento podem-se detectar disfunções no sistema cardiovascular (disautonomias) que acarretam quedas indesejáveis da pressão arterial e da frequência de batimentos cardíacos, levando à perda de consciência por diminuição da circulação cerebral. Após a introdução deste método diagnóstico na prática clínica cardiológica, a maioria dos desmaios de origem não explicada passou a ser esclarecida e os pacientes passaram a ser tratados adequadamente.

Preparo
É preciso apenas que o paciente esteja em jejum por 4 horas antes do procedimento e traga exames como Holter, teste ergométrico ou ecocardiograma, caso já tenha passado por algumas dessas avaliações.


Eletrocardiograma

O Eletrocardiograma ou ECG é o registro gráfico da atividade elétrica do coração.
Neste exame podemos analisar o ritmo cardíaco, avaliar a condução do estímulo através do sistema de condução do coração e das suas cavidades, avaliar a integridade ou anormalidades do sistema de condução, detectar eventuais sobrecargas das cavidades cardíacas e zonas correspondentes à ausência de atividade elétrica.

Teste Cardiopulmonar ou Ergoespirometria

O teste cardiopulmonar ou ergoespirométrico é a associação de um teste ergométrico convencional com a análise do ar espirado pelo paciente, que serve para especificar medidas diretas de parâmetros respiratórios, como consumo de oxigênio, produção de gás carbônico, frequência respiratória e ventilação pulmonar.
É considerado indispensável para atletas de alta performance e muito indicado para avaliação inicial de indivíduos ativos em programas de condicionamento físico, esportistas que participam dos circuitos de corridas de rua ou para quem quer iniciar um programa de exercícios físicos de qualquer natureza, pois identifica a faixa ideal para o condicionamento aeróbico.
Está também indicado para: Avaliação funcional de doenças cardíacas e pulmonares.
Quantificação do risco de pacientes com miocardiopatias (doença do músculo cardíaco).
Para programar a reabilitação em pacientes com doença cardíaca ou com insuficiência cardíaca.
Para diagnóstico diferencial da dispneia (falta de ar).

O exame tem duração aproximada de 1 hora, contando o tempo de preparo do paciente e o tempo na esteira.
No dia do exame, após o banho, não utilizar cremes, pomadas ou gel, trazer roupa confortável (agasalho/tênis), não fumar duas horas antes e uma hora após o exame, dieta normal duas horas antes ou dieta leve uma hora antes do exame (o paciente não deve fazer o exame em jejum). A suspensão de medicação em uso fica a critério do seu médico e na dependência dos objetivos do exame.
Não é recomendado realizar este exame na presença de infecções (ex: gripe, febre), bem como em jejum, pois podem interferir na avaliação da capacidade física. Embora a realização de exercício seja recomendada durante a gravidez, o exame só deve ser realizado em situações especiais.
Recomenda-se ao paciente não expor o tórax desprotegido ao sol, até 72 horas após o exame, pois pode surgir irritação da pele, no local da colocação dos eletrodos.


Teste Ergométrico


O teste ergométrico serve para a avaliação ampla do funcionamento cardiovascular, quando submetido a esforço físico gradualmente crescente, em esteira rolante. 
São observados os sintomas, os comportamentos da frequência cardíaca, da pressão arterial e do eletrocardiograma antes, durante e após o esforço.
Os principais objetivos do teste são diagnosticar e avaliar a doença arterial coronária. Avalia também a capacidade funcional cárdiorrespiratória; detecção de arritmias, de anormalidades da pressão arterial e de isquemia miocárdica.
No dia do exame, após o banho, não utilizar cremes, pomadas ou gel, trazer roupa confortável (agasalho/tênis), não fumar duas horas antes e uma hora após o exame, dieta normal duas horas antes ou dieta leve uma hora antes do exame (o paciente não deve fazer o exame em jejum). A suspensão de medicação em uso fica a critério do seu médico e na dependência dos objetivos do exame.
Não é recomendado realizar este exame na presença de infecções (ex: gripe, febre), bem como em jejum, pois podem interferir na avaliação da capacidade física. Embora a realização de exercício seja recomendada durante a gravidez, o exame só deve ser realizado em situações especiais.
Recomenda-se ao paciente não expor o tórax desprotegido ao sol, até 72 horas após o exame, pois pode surgir irritação da pele, no local da colocação dos eletrodos.

Ecocardiograma bidimensional com doppler


A ecocardiografia ou ecocardiograma bidimensional com doppler é um exame de ultrassom, no qual as imagens do coração, captadas por um transdutor colocado sobre o tórax do paciente, são transmitidas para um monitor. É um método diagnóstico muito utilizado em cardiologia para a detecção de alterações estruturais e/ou funcionais do coração.
Pode ser realizado em pacientes de todas as idades. As principais indicações são: avaliação e dimensão das cavidades e da função ventricular, doenças valvulares, cardiopatias congênitas, sopros cardíacos, endocardite infecciosa, pericardites e derrame pericárdico, hipertrofia ventricular, avaliação pós-cirurgia cardíaca etc.

Ecocardiograma com Estresse Físico – Bicicleta


Utiliza o esforço físico para evidenciar alterações cardiovasculares gerais e da contração miocárdica segmentar do ventrículo esquerdo ausentes no ecocardiograma em repouso, que, em geral, indicam isquemia (doença da artéria coronária). É também indicado em pacientes com miocardiopatias e doenças valvulares.
O exame deve ser evitado por pacientes com hipertensão arterial importante ou descontrolada, estenose aórtica grave, arritmias não controladas, fase aguda de infarto do miocárdio ou angina instável.
No dia do exame, após o banho, não utilizar cremes, pomadas ou gel, trazer roupa confortável (agasalho/tênis), não fumar duas horas antes e uma hora após o exame, dieta normal duas horas antes ou dieta leve uma hora antes do exame (o paciente não deve fazer o exame em jejum). A suspensão de medicação em uso fica a critério do seu médico e na dependência dos objetivos do exame.

Densitometria Óssea
Exame mais eficiente que existe para verificar o teor de cálcio e de outros minerais nos ossos. É um exame indolor e seguro, que possibilita o diagnóstico por imagens, semelhante às do raio-X.
Por meio deste exame se faz o diagnóstico de osteoporose e de osteopenia. Essas doenças são mais frequentes em mulheres e consistem na descalcificação dos ossos, que se tornam mais porosos e quebradiços. 

Doppler de carótidas e vertebrais


É um exame não invasivo, realizado em um aparelho de ultrassom que permite a avaliação ecográfica da morfologia das artérias carótidas e vertebrais, avaliação de fluxos no seu interior através do doppler (cores) e da análise espectral (gráfico).
Permite a detecção precoce da doença aterosclerótica (placas e estenoses), aneurismas, angulações e outras patologias não ateroscleróticas, como arterites, dissecções etc.

Doppler venoso


É um exame não invasivo realizado com aparelho de ultrassom que permite visualizar a circulação do Sistema Venoso nos referidos membros. Tem a finalidade de avaliar a anatomia venosa, detecção de trombos e mapeamento das varizes.

 

Doppler arterial


É um exame não invasivo realizado com aparelho de ultrassom que permite visualizar a circulação do Sistema Arterial nos referidos membros. Tem a finalidade da detecção precoce de placas de gorduras, obstruções e aneurismas.

Ultrassonografia de Abdômen


Procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, da vesícula biliar, dos rins, do pâncreas, da bexiga, dos grandes vasos, do retroperitônio e, eventualmente, do trato gastrointestinal, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.

Prova de Função Pulmonar/Espirometria


A espirometria é um exame do sistema respiratório, não invasivo e indolor, que dura cerca de meia hora, realizado para avaliar se existe alguma anormalidade na ventilação pulmonar, triando e quantificando a presença de doenças pulmonares  restritivas e obstrutivas.